Leigos Missionários Combonianos

Notícias da LMC Cristina Sousa vindas da RCA

RCAOlá queridos amigos!

Espero que se encontrem todos bem.

Faz dois meses que cheguei RCA, ainda não desfiz a mala mas o meu coração está completamente rendido por Mongoumba.

As emoções aqui são de uma intensidade que nos transcendem.

Nos momentos que penso “vou embora” sinto que a minha vida ganha raiz aqui!

Não é fácil gerir o desconhecido, não é fácil aceitar o diferente, não é fácil controlar a impotência a revolta… Mas é na dificuldade que deixamos de ser cegos, surdos, mudos…

O processo de adptação tem sido “yeke, yeke“* (como se diz em sango), faço desta expressão “palavra de ordem” no meu pensamento.

Num só dia o meu coração bate de várias maneiras, de manhã choro, à tarde riu e à noite, talvez as duas coisas.

Já comecei as aulas de sango. O Simone diz que o prof. monsieur Dominique já começou a falar muito bem o português. Apesar de tudo isto, tenho um segredo a revelar: estou completamente apaixonada por cinco pequenos pigmeus – Paul, Dimanche, Albert, Pauline e François. Ao virem para a escola tomam o pequeno-almoço e almoçam em nossa casa. São o meu balão de oxigénio, onde respiro e alimento o meu corpo e alma. Brincamos, rezamos e conversamos (É verdade! Conversamos.). Já me perguntaram como nós comunicamos! Gosto muito quando passo a ser objeto de estudo. Sou investigada ao pormenor: mãos, veias, marca do elástico no braço, fazem autênticas reuniões à volta da minha cabeça e o meu cabelo é assunto de muita discussão. Pauline neste último dia descobriu um buraco na minha barriga – o meu umbigo. Tem sido grande tema de conversa! (hehehe)

Como não me apaixonar??!!

Assim termino, desejando a todos uma boa Páscoa.

Que a Quaresma seja um momento de grande reflexão e conversão, mas principalmente de acção “humanitária” e que esta acção seja o reflexo das nossas orações.

Beijinhos de todos nós na RCA.

Que Jesus nos proteja e Ilumine a todos, em particular aos meninos da RCA que são os verdadeiros diamantes de África.

RCA

LMC Cristina Sousa

* yeke, yeke – “devagar, devagarinho”

 

Deixe um comentário