Leigos Missionários Combonianos

Contrastes

Liliana FerreiraEu estou onde está o meu coração e meu coração está nesta terra maravilhosa cheia de árvores imponentes e grandiosas, que infelizmente têm sido levadas (roubadas) para outros países. Nesta terra onde o sol nasce no mar e se poe sobre as montanhas, onde a lua não é mentirosa e nos sorri quando a contemplamos. Nesta terra onde se respira ar puro, que infelizmente também já é fonte de rendimento para muitos. Nesta terra de praias maravilhosas de areia branca e água transparente que com muita tristeza deixam de ser desertas para dar lugar a mega empreendimentos turísticos. Nesta terra de cor vermelha, terra vermelha cor do sangue, do sangue derramado por muitos na luta pela independência, do sangue de muitos derramado na luta pela paz e do sangue daqueles que hoje lutam por uma vida mais digna e pelos seus direitos. Aqui a terra é também meio de sobrevivência, é dela que o povo tira os alimentos necessários para se manter durante o ano, mas que está a ser usurpada por multinacionais que surgem do nada e exigem seus direitos sobre a terra sem pensar nas consequências na vida de quem lá viveu toda a vida.

Moçambique é belo e atractivo, cheio de belezas e recursos naturais, com pessoas simpáticas e acolhedoras, para o exterior sai a ideia de que é também um centro de emprego, mas isto só mesmo para quem vem de fora. O desemprego aqui é elevado, os jovens que se esforçam por terminar a 12ª classe deparam com as portas fechadas para o mundo do trabalho e outras vezes é lhes oferecida a oportunidade de trabalho em troca de um valor…

MozambiqueEsta realidade delineou as discussões das aulas de Educação Cívica e Moral do primeiro semestre onde discutimos a situação actual de Moçambique tocando em pontos como: desigualdade na distribuição sociais, pobreza, educação e saúde, corrupção, globalização, acção das multinacionais, contrastes… temas importantes para desinstalar os jovens dando a conhecer a realidade e procurando fortalecer as suas mentes críticas de modo a poderem exigir justiça e um futuro mais promissor.

Liliana Ferreira, LMC 

 

1 comentário em “Contrastes”

  1. Tens razão, Liliana: “… temas importantes para desinstalar os jovens dando a conhecer a realidade e procurando fortalecer as suas mentes críticas de modo a poderem exigir justiça e um futuro mais promissor.” Mas como é complexo e difícil sair ou mudar uma situação tal como a descrevestes! São necessárias muita coragem e perseverança! Beijinhos para ti e todos os LMC de Moçaambique. Arlindo.

    Responder

Deixe um comentário